Acasos de Leituras I

no escuro do outrora
aos doze eu vi

Catherine uivando pelas charnecas

do encontro rupestre
espiei o silêncio que me consumia
estava encrestado de letras

e solidão

entanto, certas mágoas tatuadas
brincavam de colibris

e algumas metáforas borboletram


Acasos de leituras: O morro dos Ventos Uivantes - Emily Brontë

2 comentários:

Carmela disse...

Escribe para respirar que lo hacemos contigo.
Bicos grandes.

Jay disse...

http://inconstantedreams.blogspot.com/ meu blog da uma olhada aew segue

Licença de uso do conteúdo deste blog

Creative Commons License Este Blog e os textos aqui publicadoes estão licenciados sob uma licença Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Vedada a Criação de Obras Derivadas 2.5 Brasil License.