Neide

Praça do Papa - Campo Grande - MS/ Tânia Souza














Neide

Era uma tarde de melancolias e sol
E você se foi...

Não tive tempo de ver o pôr-do-sol. Ou medo foi...
Vislumbrei lá fora alguns resquícios de vermelho quebrando o azul
Mas meu coração estava tão quebrado...
A tristeza do poente não caberia em meu olhar.
Aquarelando o dia, a certeza de um adeus.

Era uma tarde de melancolias e sol
E você se foi...

Lembranças táteis: minha mão em sua face e seu sorriso meigo
Você estava tão cansada, mas não queria se entregar
E inventamos uma brincadeira de quimeras:
Seu olhar traduzia esperança e eu fingia acreditar.

Então, novembro ficou tão triste de repente...
Não houve ponteiros brincando de tempo
Havia um ritmo dolorido das horas contadas
E a urgência em um adeus quase impossível de se aceitar

Era uma tarde de melancolias e sol
E você se foi.

Não aprendi não ter você aqui...

Para minha irmã Neide, que partiu desse mundo insano em 25/11/2011

*Ainda me lembro do dia que tiramos essa foto... 

2 comentários:

Ulisses Reis ® disse...

Feliz Natal, mas não somente feliz no Natal e sim a cada momento da vida e com os amados e os que te amam, feliz a cada palavras lida ou as tuas escritas, feliz em saber que a vida ainda vale a pena e que amar não tem precisão, mas é necessário, feliz e simplesmente com teu sorriso, obrigado e tenha um noite saborosa e com harmonia, mas ale de tudo isso não esqueça de olhar para as estrelas e me enviar um sorriso cheio de energia boa e azul,beijos !!!

Carmela disse...

Oxe paso para felicitar un Ano bo e moita felicidade.
Saludos e biquiños.

Licença de uso do conteúdo deste blog

Creative Commons License Este Blog e os textos aqui publicadoes estão licenciados sob uma licença Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Vedada a Criação de Obras Derivadas 2.5 Brasil License.