Poeminhas felinos de um sábado qualquer


"Viens, mon beau chat, sur mon coeur amoureux;
Retiens les griffes de ta patte,
Et laisse-moi plonger dans tes beaux yeux,
Mêlés de métal et d'agate."
Charles Baudelaire





Alice

O gatinho ria
e
aos 
pedacinhos
...
Desaparecia
Pintura de






De(s)amores
 
Psiu, eu te amo e você me ama
Mas quando a estrada chama
Gato sapeca não tem dona


Das fofuras 
  
Bolinha de pelo 
Pretinha no chão
Ganhou serelepe
O meu coração


Sapeca
Gatinho gaiato
Brincando de ioiô

Bolinha de lã
Aqui e ali

E nos olhos da moça
Mia mia alguma poesia.




Travessuras felinas
ronrona...
rola,
se embola

cansado da festança
afofa a almofada
e faz dela sua morada



3 comentários:

Sofia Geboorte disse...

Lindinhos, adorei o mia mia poesias
Esses gatinhos são impossiveis viu!!!
Beijos

aigrette disse...

Amei!
Grata pelas palavras e pelos gatinhos......

Karin disse...

Compartilhamos esta paixão felina!

Dias destes fiz mais uns poeminhas se gatos, tb.

Um abraço!

Licença de uso do conteúdo deste blog

Creative Commons License Este Blog e os textos aqui publicadoes estão licenciados sob uma licença Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Vedada a Criação de Obras Derivadas 2.5 Brasil License.